terça-feira, 5 de julho de 2011

Frio adolescente e águas verdejantes


Aquí perto de S.Paulo (a 160 km) tem uma cidade chamada Campos do Jordão, a "Suiça Brasileira". Alí, no inverno, não é dificil as temperaturas baixarem a 5 graus abaixo de zero...

Quando esse friozinho acontece, o povinho deslumbrado e metido a besta se enche de arrogância. Esses inexperientes vestem seus casacos cheirando a naftalina e exibem suas luvas e botas lustrosas pra se mostrar ao mundinho provinciano e limitado que habitam. Vivem comparando suas temperaturas com as temperaturas do resto do país. Tem caras que adoram se sentir falsamente europeus, diferenciados e "separados" do resto do país. Não gostam de fazer parte do Brasil e da America Latina...

Essa mentalidade é típica de gente COLONIZADA, com baixa auto-estima e forte complexo de inferioridade. Essa classe média vai ansiosamente correndo atrás da neve efêmera que cai durante alguns minutos e de um frio ordinário que não impressiona os europeus. Querem que o frio lhes dê um status que na realidade não possuem. Desejam parecer o que JAMAIS serão: cidadãos civilizados do Primeiro Mundo... Mas com essa fascinação tonta acabam revelando suas verdadeiras origens TROPICAIS, das quais eles tanto se envergonham!

***

Frio verdadeiro não é essa bobagem que vemos em nosso país. Num vilarejo no norte da Italia cheguei a enfrentar um frio de 18 graus abaixo de zero. Nariz e orelhas podem congelar e quebrar facilmente nessas condições realmente severas. O gelo acumula no bigode e na barba. As pessoas não ficam nas ruas se exibindo sorridentes como asnos. Quem conhece o frio europeu DETESTA baixas temperaturas, não se vangloria delas!

***

FOTO: cliquei essa foto quando mergulhava na Lagoa Azul, região marítima de Ilha Grande... Eu pretendia experimentar uma proteção de camera chamada "dart bag", que permite fotografar a muitos metros debaixo da água. Não fiquei muito satisfeito. Às vezes entra um pouco de água, o plástico embaça quando menos se espera.

Mas se não fosse a tal "dart bag" eu não conseguiria fotografar esses peixes-palhaços "caminhando" bem comportados em fila indiana num cenário verde-mágico que me fez esquecer do mundo exterior...

4 comentários:

  1. Adorei a cutucada, tb acho hipocrisia desse povo, Campos é lindo mas minha época predileta de ir la é entre final de novembro e começo de dezembro: baixa temporada, tudo barato (de pousadas a roupas q é liquidação geral pra se livrar do estoque do inverno), a cidade esta toda decorada de natal, e toda florida da primavera, os plátanos bem verdinhos e as hotercias exuberante, as ruas e praças mais vazia, restaurantes e lojas dando atenção e disputando a tapa pelos turistas...assim q eu gosto e ñ o fervo q ta la agora.

    Qto a foto, por mais q vc fale dos defeitinhos a vejo perfeita, sempre tive vontade de mergulhar, é magico é outro mundo de paz

    Bjss meu querido

    Juh

    ResponderExcluir
  2. Simplemsente ADOREI a foto!
    Vc já foi na Italia? Um dos meus desejos é conhecer lá! Principalmente a Capela Sistina!

    E então? Assitiu Cisne Negro? O que achou? Eu pretendo fazer um artigo sobre mas primeiro vou rever..s.abia que a obra foi baseada em um anime?

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Such a lovely moment and composition!

    ResponderExcluir
  4. Perfeito!!!!
    hahahahha

    ResponderExcluir